terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Ligando para o Brasil (e outros países)


Como 99% das pessoas que conhecemos afirmam que usam o Skype para ligar para o Brasil, vou colocar uma dica que acho útil.
Um dia, vi no jornal do metrô um anúncio de uma tal Starlink oferecendo ligações ilimitadas para 50 países pagando $13.95 por mês. Consultei o site e vi que o Brasil está na lista (apenas para telefones fixos). Assinamos o serviço e estamos muito satisfeitos.
Como funciona? A Starlink fornece um número local em várias cidades do Canadá. Você liga para o número local da sua cidade e em seguida digita o telefone de destino (ex: para o Brasil, 011-55-DDD-Número) e eles completam a ligação. Outra grande vantagem, além do valor, é não precisar de computador, internet ou aparelhos especiais para fazer as ligações. Você pode cadastrar 2 telefones que poderão ligar para o número de acesso e serão reconhecidos automaticamente (não existe senha para digitar).
No nosso caso, cadastramos o telefone fixo (que possui ligações locais ilimitadas, como qualquer fixo no Canadá) e meu celular, onde posso escolher 5 números locais pra ligar de graça (e logicamente o número de acesso da Starlink em Toronto está na lista). Assim, também ligo de graça de qualquer lugar usando o celular!

5 comentários:

Sweet Canadian Life disse...

Excelente dica!!!!

Abracos,
Denise

edu disse...

Boa, Cláudio!!!

Abs para a Elaine, Natália e Gabriel,
Eduardo e Regina(SP)

alessandra_furtado disse...

Oi Claudio,
Procurei seu e-mail no blog mas não encontrei, por isso estou mandando essa messagem através de um comentário do post.
Eita, nem me apresentei... hihih. Meu nome é Alessandra e estou no processo do visto, junto com a minha companheira e nossos filhos. Estamos utilizando um escritório de advocacia canadense e mandamos a papelada toda tem um mes e meio, agora começa a bendita espera...
Já quase li o blog todo e agradeço todos os posts, eles ajudam muito quem está no processo, mas fiquei com uma dúvida. Li que você já foi praí empregado, você conseguiu emprego durante o processo do visto ou foi uma transferência da sua empresa daqui do Brasil? Já venho buscando empregos, porque lógicamente a idéia é já sair daqui com algo garantido e até poder usar uma oferta pra agilizar o processo do visto, mas todo mundo fala tanto da bendita experiencia canadense que queria saber como foi o seu processo. Eu já morei nos EUA e falo inglês fluente, trabalhei para o governo americano e hoje trabalho em uma ONG americana aqui no Brasil. Você acha que a questão da experiencia tem a ver com experiencia mesmo ou é uma desculpa por causa da falta de fluencia das pessoas?
Desde já agradeço sua resposta e boa vontade em ajudar o pessoal que está a caminho!
Espero poder conhecê-los quando chegarmos aí.
Abraços,
Alessandra, Cristina e filhos.
PS - Vocês estão de parabéns, seus filhos são lindos.

Cláudio disse...

Oi Alessandra,

Como você não também não mandou seu email, vou tentar responder por aqui. Espero que você leia.

Eu consegui emprego durante o processo do visto, mas por uma incrível e feliz coincidência. Trabalhava numa empresa que prestava serviços a uma multinacional, então, no meu dia-a-dia, tinha contato com pessoas de várias filiais, inclusive a do Canadá. Um dia, resolveram me mandar pra cá pra um treinamento, conheci pessoalmente as pessoas com quem já interagia remotamente e já engatei no assunto da imigração. Quando abriu uma vaga na minha área, já era minha :)
Em geral, a área de TI é uma das mais fáceis (se não a mais fácil) de se conseguir emprego, devido à demanda e ao fato de ser muito globalizada (o trabalho, metodologias, ferramentas, etc, são as mesmas). Muita gente consegue entrevista ainda estando no Brasil sim, mas pelo menos comigo isso não aconteceu (enviei alguns currículos antes de ter essa vaga arranjada e nunca recebi retorno).
Mesmo em TI, a questão da experiência canadense tem seu peso (não sei qual a sua área).
A fluência também pesa muito, e se vc é mesmo fluente e consegue demonstrar que trabalhou pro governo americano, acredito que já tem meio caminho andado.

Abraços!

Janaine disse...

Ola!

Também somos uma casal Recifence, temos duas Lindas filhas, estamos nos preparando para tentar a imigração, ainda temos um longo caminho pela frente, pois ainda não temos graduação. Então nossos planos são de aproximadamente 4 anos para darmos inicio ao processo. Estamos focados, temos isso como um objetivo e vamos nos preparar para torna-lo real.

Você, como meu marido, preferi frio ao calor... Meu marido todo dia da uma olhada na temperatura em Montreal, onde pretendemos viver. Aqui estamos vivendo uma onda de calor, maluca, que achamos que vamos morrer.

Bem, esse ano começaremos o curso de Ciências da computação e Esperamos em 4 anos estarmos nos formando. E dando entrada no processo. Se Deus quiser daqui pra lá nada terá mudado.

Hoje meu marido trabalha como professor de Inglês e tradutor.
Ambos temos fluência no idioma, mais ainda temos de aprender o Francês que é exigido no processo de Quebec.

Ai... Falo feito o homem-da-cobra.

Agora o que importa: Vi que você deram entrada pelo processo federal, gostaria de informações sobre esse processo, valores e dificuldades.

Atenciosamente
Janaine

E-mail - Jana_goes@hotmail.com